Maranhão Independente

As notícias mais importantes escritas por jornalistas independentes do estado.
Olimpíadas: natação

A natação vai levar 26 representantes brasileiros. Foto: Reprodução/Twitter @CBDA.

Entrando no clima das Olimpíadas, o MaInd está realizando uma série de matérias sobre os esportes que vão fazer parte dos jogos.

A prática de nadar é muito antiga, mas, como competição, os primeiros registros são datados do século 1858 no Campeonato Mundial de 440 jardas e o uso de iscinas nas provas só foi adotado entre os anos de 1930 e 1940.

Oficiamente, a modalidade só chegou ao Brasil em 1897 quando foi fundada a União de Regatas Fluminense que foi responsável pelo primeiro Campeonato Brasileiro qu tinha uma única prova (a de 1.500 metros) e foi realizada em uma praia no Rio de Janeiro.

Natação nas Olimpíadas

Saiba mais sobre como as provas de natação são realizadas nas Olimpíadas:

Regras e modalidades da natação
Imagem: Rede do esporte.

Medalhas do Brasil na natação

O Brasil participa das competições de natação nas Olimpíadas desde 1920, mas a primeira medalha só foi conquistada em 1952 (Helsinque) com Tetsuo Okamoto que conseguiu a medalha de bronze na prova dos 1.500m livre.

Depois disso, o Brasil conquistou mais 12 medalhas, com maior tradição em provas de velocidade.

  • OURO – 50m livre em Pequim-2008 (César Cielo)
  • PRATA – 100m livre em Barcelona-1992 (Gustavo Borges)
  • PRATA – 200m livre em Atlanta-1996 (Gustavo Borges)
  • PRATA – 400m medley em Londres-2012 (Thiago Pereira)
  • PRATA – 400m medley em Los Angeles-1984 (Ricardo Prado)
  • BRONZE – 1.500m livre em Helsinque-1952 (Tetsuo Okamoto)
  • BRONZE – 100m livre em Roma-1960 (Manoel dos Santos Jr)
  • BRONZE – revezamento 4x200m livre em Moscou-1980 (Cyro Delgado, Djan Madruga, Jorge Fernandes, Marcus Mattioli)
  • BRONZE – 50m livre em Atlata-1996 (Fernando “Xuxa” Scherer)
  • BRONZE – 100m livre em Atlanta-1996 (Gustavo Borges)
  • BRONZE – revezamento 4x100m livre em Sydney-2000 (Carlos Jayme, Edvaldo Valério “Bala”, Fernando “Xuxa” Scherer, Gustavo Borges)
  • BRONZE – 100m livre em Pequim-2008 (César Cielo)
  • BRONZE – 50m livre em Londres-2012 (César Cielo)

Próximos representantes

Foto: Reprodução/Olimpíada Todo Dia

.O Brasil conseguiu 26 vagas para os Jogos. Veja a lista (Fonte: Olimpíada Todo Dia):

  • Bruno Fratus – 50 m livre
  • Guilherme Costa – 400 m livre, 800 m livre e 1500m livre
  • Felipe Lima – 100 m peito e revezamento 4 x 100 m medley
  • Fernando Scheffer – 200 m livre e revezamento 4 x 200 m livre
  • Breno Correia – 200 m livre, revezamento 4 x 200 m livre e revezamento 4 x 100 m livre
  • Murilo Sartori – revezamento 4 x 200 m livre
  • Luiz Altamir – revezamento 4 x 200 m livre
  • Guilherme Basseto – 100 m costas e revezamento 4 x 100 m medley
  • Guilherme Guido – 100 m costas
  • Leonardo de Deus – 200 m borboleta
  • Beatriz Dizotti – 1500 m livre
  • Viviane Jungblut – 1500 m livre
  • Gabriel Santos – 100 m livre, revezamento 4 x 100 m e revezamento 4 x 100 m medley
  • Pedro Spajari – 100 m e revezamento 4 x 100 m
  • Marcelo Chierighini – revezamento 4 x 100 m
  • Caio Pumputis –100m peito e 200 m medley;
  • Vinícius Lanza – 200 m medley
  • Matheus Gonche – 100 m borboleta e revezamento 4 x 100 m medley
  • Larissa Oliveira – Revezamento 4x100m livre feminino; Revezamento 4×200 m livre feminino
  • Ana Vieira – Revezamento 4x100m livre feminino
  • Etiene Medeiros – 50 m livre; Revezamento 4x100m livre feminino
  • Stephanie Balduccini – Revezamento 4x100m livre feminino
  • Giovanna Diamante – 4x100m medley misto
  • Nathalia Almeida – Revezamento 4×200 m livre feminino
  • Aline Rodrigues – Revezamento 4×200 m livre feminino
  • Gabrielle Roncatto – Revezamento 4×200 m livre feminino

A rainha da natação: Maria Lenk

Foto: Reprodução/Recanto das letras.

Nenhuma mulher brasileira conseguiu uma medalha olímpica, mas Maria Lenk, natural de São Paulo, fez história ao ser a primeira mulher a compor a delegação brasileira e também foi a primeira sulamericana a competir em Jogos Olímpicos.

O feito aconteceu em 1932 nos Jogos de Los Angeles. Na ocasião, Maria tinha apenas 17 anos.

Ela chegou bem perto de conseguir uma medalha olímpica, isso porque ela era detentora dos recordes mundiais nos 200m e 400m em 1939, por isso era considerada favorita para os jogos de 1940, mas a Segunda Guerra Mundial impediu que houvesse a realização dos jogos que seriam em Tóquio.

Maria Lenk faleceu em 2007 aos 92 anos.

Quer saber mais sobre esse esporte? Acesse o site da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos.

Leia outras matérias da série clicando aqui.

Doação via pix para o MaInd pelo e-mail giovanakury@gmail.com

1 comentário em “Olimpíadas: natação

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.