Maranhão Independente

As notícias mais importantes escritas por jornalistas independentes do estado.
Paralimpíadas: taekwondo

Saiba mais sobre o taekwondo. Foto: Daniel Zappe/EXEMPLUS/CPB.

Entrando no clima das Paralimpíadas, o MaInd está realizando uma série de matérias sobre os esportes que vão fazer parte dos jogos. Conheça mais sobre o taekwondo.

Nessa arte marcial, os atletas devem acertar chutes no adversário em áreas específicas. Vence quem marcar o maior número de pontos ao final dos 3 rounds de 2 minutos.

Também há a possibilidade de vitória antes do térmno dos 3 rounds, isso acontece quando um dos atletas marca mais de 20 pontos de diferença em relação ao seu adversário. Nesse caso, é considerada vantagem técnica.

Caso aconteça um empate,é iniciado um novo round em que sairá vitorioso o atleta que conseguir marcar 2 pontos primeiro.

Nos coletes usados pelos atletas (nas cores azul ou vermelha) existem sensores que marcam a potência da pancada recebida. Doze sensores nas meias também auxiliam a arbitragem a marcar os pontos durante as lutas.

Existem alguns aspectos importantes em relação ao parataekwondo que o diferenciam do taekwondo em relação à marcação de falta e de pontos:

  • Não é permitido chute na cabeça, inclusive dependendo da intensidade o atleta pode ser até desclassificado;
  • Socos são permitidos, mas não valem ponto
  • Sobre a pontuação: 1 ponto para cada falta cometida pelo adversário; 2 pontos para chutes retos no colete; 3 pontos para chutes giratórios em 180 graus no colete; 4 pontos para chutes giratórios em 360 graus no colete.

Quem pode praticar o taekwondo?

Essa modalidade é para atletas com deficiência física, visual, auditiva, intelectual e também para quem tem baixa estatura.

As classes às quais os atletas são divididos têm iniciais P e K. P vem de poonse (forma), enquanto o K vem de kiourigui (luta).

Veja abaixo a classificação dentro da modalidade:

  • P10 – deficiencia visual
  • P20 – deficiência intelectual
  • P30 – deficiência física
  • P70 – baixa estatura
  • KP 60 – surdos
  • K40 – deficientes físicos

Taekwondo nas Paralimpíadas

Nas Paralimpíadas, existem disputas apenas nas categorias K43 e K44 (deficientes físicos), sendo que os atletas da K43 podem participar também da categoria K44.

  • K43 – Atletas com amputação bilateral do cotovelo até a articulação da mão, dismelia bilateral.
  • K44 – Atletas com amputação unilateral do cotovelo até a articulação da mão, dismelia unilateral, monoplegia, hemiplegia leve e diferença de tamanho nos membros inferiores.

Veja abaixo as categorias de peso em que os atletas podem competir.

Categorias de peso do taekwondo: feminino – até 49kg, até 58kg, acima de 58kg; masculino – até 61kg, até 75kg, acima de 75kg.
Imagem: Reprodução/CPB.

Essa modalidade vai estrear nos Jogos na edição deste ano. O Brasil vai otimista, porque no último mundial desse esporte (2019) conquistou duas medalhas de ouro.

Próximos representantes

Vão representar o Brasil na estreia da modalidade os atletas Debora de Menezes (SP), Nathan Torquato (SP) e Silvana Fernandes (PB).

A comissão técnica é formada por uma fisioterapeuta e dois treinadores.

Quer ser um atleta paralímpico? Acesse o site da Confederação Paralímpica Brasileira clicando aqui.

Leia outras matérias da série clicando aqui.

Doações para o portal Maranhão Independente devem ser feitas para o pix giovanakury@gmail.com

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.