Maranhão Independente

As notícias mais importantes escritas por jornalistas independentes do estado.
Olimpíadas: skate

A maranhense Rayssa é uma das representantes no skate. Foto: Julio Detefon.

Entrando no clima das Olimpíadas, o MaInd está realizando uma série de matérias sobre os esportes que vão fazer parte dos jogos.

O skate como prática esportiva consiste em fazer manobras em espaços com ou sem obstáculos sem se desequilibrar do skate: a prancha com dois eixos e quatro rodinhas que recebe o mesmo nome do esporte.

O skate, além de um esporte, é um estilo de vida. As pessoas que praticam essa modalidade usam roupas específicas e têm, inclusive, grupos que dedicam suas músicas a essa prática.

O skate foi criado por surfistas da Califórnia nos anos 60 para exercitarem seu equilíbrio e se divertirem pelas ruas em dias que não existiam ondas do mar propícias para surf.

A prática oficial do esporte exige o uso de capacete, cotoveleira e joelheira para minimizar os impactos das quedas.

Existem diversas modalidades desse esporte:

  • Freestyle – manobras feitas no chão;
  • Down Hill – disputa de velocidade descendo ladeiras;
  • Downhill Slide – durante as descidas de ladeiras é necessários que sejam realizadas manobras de derrapagem;
  • Vertical – praticada em pistas e as manobras podem ser realizadas no ar ou na borda metálica presente no topo da pista;
  • Street – é necessário realizar manobras em obstáculos presentes nas ruas como bancos, corrimões e escadas.
  • Mini-rampas – mistura street e vertica, mas em paredes verticais menores.

Skate nas Olimpíadas

O skate vai estrear como modalidade olímpica nos Jogos de Tóquio. Lá, apenas duas modalidades vão estar em disputa, street e park. Veja como é essa segunda modalidade abaixo:

Vídeo: Canal Park Series.

Todas as disputas no skate vão ser realizadas iniciando às 9h no Ariake Urban Sports Park. A modalidade street vai acontecer no dia 25 deste mês (masculino) e no dia 26 (feminino).

Já a competição na modalidade park vai ser realizada nos dias 4 (feminino) e 5 (masculino).

Próximos representantes

Equipe olímpica do skate.
Foto: Reprodução/CBSK.

O Brasil conseguiu o número máximo de vagas, 12. Veja, abaixo, quem são os skatistas que vão representar o Brasil:

  • Feminino (street): Pâmela Rosa, Rayssa Leal e Leticia Bufoni;
  • Masculino (street): Kelvin Hoefler, Felipe Gustavo e Giovanni Vianna;
  • Feminino (park): Dora Varella, Isadora Pacheco e Yndiara Asp;
  • Masculino (park): Luiz Francisco, Pedro Barros, Pedro Quintas.

A fadinha do skate

Vídeo: Canal Hell Flip

Foi com esse vídeo que a maranhense Raysse Leal ficou conhecida, em 2015, como fadinha do skate. A manobra impressionante realizada pela menina de 7 anos nas ruas de Imperatriz (MA) chamaram a atenção e a brincadeira virou carreira.

A partir de então, Rayssa coleciona títulos, o último foi o terceiro lugar no mundial de skate. Ela foi a única brasileira no pódio.

Pódio do mundial de skate com a maranhense Rayssa Leal.
Foto: Reprodução/CBSK

O sucesso dela foi tão grande que, hoje, aos 13 anos, Rayssa é uma das esperanças de medalha do Brasil nas Olimpíadas e foi classificada em 2º lugar no ranking olímpico da modalidade.

Quer saber mais sobre esse esporte? Acesse o site da Confederação Brasileira de Skate.

Leia outras matérias da série clicando aqui.

Doação via pix para o MaInd pelo e-mail giovanakury@gmail.com

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.