Maranhão Independente

As notícias mais importantes escritas por jornalistas independentes do estado.
Olimpíadas: pentatlo moderno

Iêda Guimarães vai representar o Brasil na prova que envolve cinco modalidades: o pentatlo. (Foto: Jonne Roriz/COB)

Entrando no clima das Olimpíadas, o MaInd está realizando uma série de matérias sobre os esportes que vão fazer parte dos jogos. Conheça o pentatlo moderno!

O pentatlo moderno é uma prova que inclui cinco modalidades: esgrima, natação, corrida, hipismo e tiro alvo. Podendo ser disputada individualmente e por equipe, os atletas que vencem essa disputa são considerados os mais completos do mundo! Conheça mais abaixo!

Origem do pentatlo

As origens do pentatlo são da época da Grécia antiga, onde os espartanos passaram usar uma série de provas como uma forma de selecionar dos soldados mais versáteis para os serviços militares, e não demorou para que fosse incorporado aos Jogos Olímpicos da antiguidade. Mas naquela época, era um pouco diferente de hoje: as provas eram de salto em distância e altura, lançamento de disco e dardo, corrida e luta.

O pentatlo como conhecemos hoje surgiu pelo trabalho de um oficial sueco que, no século XIX, quis adaptar a prova para o que um soldado encontraria na batalha caso precisasse levar uma mensagem. E assim surgiu o que chamamos de “pentatlo moderno”: hipismo, seguido de tiro ao alvo, esgrima, natação e, por fim, corrida.

A modalidade entrou para os Jogos Olímpicos da Modernidade na edição de Estocolmo, em 1912. Mas apenas nos jogos de Atlanta, em 1996, a prova passou a ser disputada em um único dia, de forma que chamasse a atenção do público. Com esse formato, o atleta a ganhar ouro foi Aleksandr Parygin, do Cazaquistão, após 13 horas de prova.

Regras do pentatlo moderno

A prova começa com a esgrima, em que todos enfrentam todos; cada combate dura um minuto e termina quando um atleta toca o oponente em alguma parte do corpo. Caso ao término desse um minuto não houver contato, ambos admitem a derrota.

Logo em seguida, tem a competição de 200 metros livres de natação. Quem for mais rápido terá mais pontos.

No hipismo, em um cavalo desconhecido, o pentatleta percorrerá um trajeto de 350 a 450 metros, com 12 obstáculos, com 1,2 metros, sendo um duplo e um triplo. O menor trajeto deve ser cumprido em 1 minuto, enquanto o maior, em até 1 minuto e 17 segundos.

As provas de corrida e tiro acontecem de forma intercalada: o percurso total é de 3.200 metros, sendo que a posição dos pentatletas é definida pela pontuação das provas anteriores, convertida para segundos.

Depois da primeira largada, eles devem parar a atingir 5 vezes o alvo; então corre uma faixa de 800 metros e para novamente, para atirar ao alvo. Isso ocorre até o término das 4 séries. Cada alvo fica a 10 metros de distância de quem o atira.

Regras das disputas do pentatlo moderno. (Arte: Rededoesporte.gov.br)

Brasil na disputa

À esquerda, Iêda, que representará o Brasil em Tóquio; à direita, Yane Marques, bronze nos Jogos de Londres em 2012. (Foto: reprodução Correio Braziliense)

A entidade responsável pela prática do pentatlo moderno no Brasil é a Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno. Em Jogos Olímpicos, o Brasil tem uma medalha de bronze, conquistada pela pentatleta Yane Marques em 2012, em Londres.

Quem vai brigar por medalha é a jovem Iêda Guimarães, de apenas 20 anos, em sua primeira participação em uma Olimpíada.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.