Maranhão Independente

As notícias mais importantes escritas por jornalistas independentes do estado.
Olimpíadas: handebol

A maranhense Ana Paula é destaque na seleção brasileira de handebol. Foto: Reprodução/Metrópoles.

Entrando no clima das Olimpíadas, o MaInd está realizando uma série de matérias sobre os esportes que vão fazer parte dos jogos.

O handebol foi crado em 1919 pelo alemão Karl Schelenz, era praticado em uma área aberta semelhante a um campo de futebol e os times tinham 11 pessoas cada. Até que em 1946, na Suécia, o esporte foi oficializado com 7 jogadores em cada time.

O objetivo desse esporte é o gol. Mas, diferente do futebol, a bola deve ser manuseada com as mãos. Veja algumas questões básicas para quem quer entender o handebol:

  • É permitido lançar, parar e pegar a bola com as mãos, braços, cabeça, tronco, coxa e joelhos, mas de forma alguma deve tocar os pés;
  • A bola deve ser segurada por, no máximo, 3 segundos;
  • Devem ser dados até 3 passos com a bola na mão em caso de drible ou pode percorrer até a quadra inteira batendo a bola no chão;
  • não se pode pisar na área do goleiro (ver mapa abaixo), caso queira chegar mais perto, tem que se lançar e soltar a bola antes do seu corpo tocar o chão.

Veja o mapa abaixo com pontos importantes para entender onde se localizar dentro de quadra:

quadra de handebol com linhas de tiro livre, de 7 metros, de limitação do goleiro, de fundo, central, zona de substituição e área do goleiro
Imagem: Reprodução/Polyesportiva.

Saiba mais um pouco sobre regras e fundamentos desse esporte no vídeo abaixo:

Vídeo: Toda matéria.

Handebol nas Olimpíadas

A estreia do handebol masculino nas Olimpíadas aconteceu em 1936 nos Jogos de Berlim na grama e ainda com 11 jogadores em cada time, mas, logo em seguida, ele foi retirado e só voltou a ser um esporte olímpico em 1972 em Munique, já com 7 atletas por equipe e na quadra.

As mulheres só competiram no handebol a partir dos Jogos de 1976 em Montreal.

Veja abaixo a lista dos países medalhistas olímpicos na modalidade:

Próximos representantes

O Brasil vai ser representado com times masculino e feminino. O time feminino do Brasil conseguiu a vaga com a conquista do hexacampeonato panamericano.

Já a equipe masculina ficou emsegundo lugar no pré-olímpico, perdendo apenas para a Noruega na estreia da competição.

Os atletas foram convocados para passar por um período de treinamento, nem todos vão chegar às Olimpíadas, porque as vagas são restritas (15), mas veja os nomes:

Seleção feminina

convocadas para a seleção brasileira feminina de handebol
Seleção feminina. Foto: Reprodução/Instagram @cbhb1

Convocadas: Adriana Cardoso, Alexandra do Nascimento, Ana Paula Rodrigues, Bárbara Arenhart, Bruna de Paula, Dayane da Rocha, Deonise Fachinello, Eduarda Amorim, Elaine Barbosa, Gabriela Bitolo, Gabriela Moreschi, Giulia Guarieiro, Jaqueline Anastácio, Larissa Araújo, Lívia Ventura, Mariana Costa, Patrícia Matieli, Renata Arruda, Samara Vieira, Tamires Lima e Thais Fermo.

Técnico: Jorge Duenas

Seleção masculina

Atletas comemorando a classificação da equipe masculina de handebol
Comemoração dos atletas após a conquista da vaga para as Olimpíadas. Foto: Divulgação/IHF.

Os atletas convocados foram listados em um vídeo do Instagram:

O fenômeno do handebol Ana Paula

A atleta maranhense de handebol Ana Paula comemorando gol
Foto: Reprodução/Blog doDjalma Rodrigues

Ana Paula Rodrigues Belo nasceu em 1987 em São Luís, mas hoje vive na Rússia, porque atua pelo time de handebol Rostov Don.

Ana Paula é presença frequente na seleção brasileira da modalidade. Ela esteve representando o país nas Olimpíadas de 2008, 2012 e 2016, também foicampeã pelo Brasil no mundial de 2013 na Sérvia.

Ela joga na posição de central. Começou a praticar o esporte em 2001na escola Alberto Pinheiro em São Luís, mas já no ano seguinte foi jogar em Guarulhos e 5 anos depois foi contratada para jogar na Europa.

Ela conquistou campeonatos nacionais na Áustria, Romênia e Rússia e também foi campeã da Champions League da modalidade.

Pela seleção brasileira, Ana Paula já foi campeã sulamericana, panamericana e mundial, falta apenas a medalha olímpica. Será que chegou vai ser em Tóquio?

Títulos conquistados

  • Artilheira e campeã paulista cadete 2002 (A.A. Guarulhos-SP- Brasil)
  • Artilheira, campeã paulista cadete 2003 (A.A. Guarulhos-SP- Brasil)
  • Campeã e destaque no Paulista júnior 2004 (A.A. Guarulhos-SP- Brasil)Campeã e artilheira do Brasileiro júnior 2004 (A.A. Guarulhos-SP- Brasil)
  • Campeã adulto dos jogos Regionais 2006 Campeã adulto dos Jogos Abertos 2006 (A.A. Guarulhos-SP- Brasil)
  • Campeã juvenil dos Jogos da Juventude 2004 (Seleção Paulista – SP- Brasil)
  • Campeã Seleção Paulista campeã juvenil dos Jogos da Juventude 2005 (Seleção Paulista – SP- Brasil)
  • Tricampeã da Liga Nacional: 2012, 2013 e 2014 (Hypo Niederösterreich – Austria)
  • Tricampeã da Copa da Áustria: 2012, 2013 e 2014 (Hypo Niederösterreich – Austria)
  • Campeã da Recopa da Europa: 2012/2013 (Hypo Niederösterreich – Austria)
  • Bicampeã da Liga Nacional 2014 e 2015 (Bucareste – Romenia)
  • Campeã da Copa da Romênia 2015/2016 (Bucareste – Romenia)
  • Campeã da Champions League 2015/2016 (Bucareste – Romenia)
  • Campeã da Liga da Russia 2016/2017 (Rostov on Don – Russia)
  • Campeã da Copa Da Russia 2016/2017 (Rostov on Don – Russia)
  • Campeã da Copa EHF CUP 2016/2017 (Rostov on Don – Russia)
  • Campeã da Recopa Russa 2017/2018 (Rostov on Don – Russia)
  • Campeã Mundial: 2013 Servia (Brasil)
  • Tricampeã do Campeonato Pan-Americano: 2011, 2013 e 2017 – Sao Bernardo do campo/Santo Domingo/Buenos Aires (Brasil)
  • Bicampeã dos Jogos Pan-Americanos: 2011 e 2015 – Guadalajara/Toronto (Brasil)
  • Campeã dos Jogos Sul-Americanos: 2014 Santiago – Chile (Brasil)
  • Campeã Sul-Americana: 2013 (Brasil)
  • Campeã da Provident Cup: 2013 (Brasil)

Prêmio

Melhor central do Campeonato Pan-Americano (2013)

Saiba mais sobre esse esporte clicando no site da Confederação Brasileira de Handebol.

Leia outras matérias da série clicando aqui.

Doação via pix para o MaInd pelo e-mail giovanakury@gmail.com

1 comentário em “Olimpíadas: handebol

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.