Maranhão Independente

As notícias mais importantes escritas por jornalistas independentes do estado.
Olimpíadas: ginástica rítmica

O Brasil garantiu vaga na ginástica rítmica no dia 12 de junho. Foto: REUTERS/Mike Blake.

Entrando no clima das Olimpíadas, o MaInd está realizando uma série de matérias sobre os esportes que vão fazer parte dos jogos.

A ginástica rítmica é uma esporte que mistura balé e teatro usando 5 aparelhos (objetos) com grande graça e sincronia.

As competições são realizadas apenas com mulheres em apresentações de 75 segundos (individual) e 150 segundos (coletiva).

A prática se tornou esportiva quando chegou à União Soviética e o uso de objetos foi adotado na Alemanha.

Veja abaixo como os aparelhos são utilizados:

Imagem explicando o uso dos aparelhos da ginástica rítmica: corda, fita, arco, maça, bola. Imagem: Reprodução/Morcegada.
Aparelhos da ginástica rítmica. Imagem: Reprodução/Morcegada.

Para saber mais, assista a esse vídeo com a execução de diversos movimentos em competições da modalidade:

Ginástica rítmica nas Olimpíadas

A modalidade passou a fazer parte dos Jogos apenas em 1984 em Los Angeles, tendo como única campeã naquele ano a canadense Lori Fung, isto porque foi realizada apenas uma prova e ela foi individual. Provas coletivas só foram realizadas a partir de Atlanta em 1996.

A Rússia é o país mais vitorioso na modalidade.

Quadro de medalhas. Imagem: Wikipédia.
Quadro de medalhas. Imagem: Wikipédia.

O Brasil ainda não conquistou medalhas olímpicas neste esporte.

Próximas representantes

Próximas representantes na gnástica rítmica. Foto: Twitter/Time Brasil.
Próximas representantes. Foto: Twitter/Time Brasil.

No dia 12 de junho, a equipe brasileira conseguiu 5 vagas para Tóquio porque foi campeã do Pan-Americano, superando o México por poucos décimos.

Por isso, nossas próximas representantes vão ser Bárbara Galvão, Beatriz Linhares, Déborah Medrado, Duda Araraki e Geovana Santos.

Infelizmente, o Brasil não se classificou para as provas individuais, as brasileiras foram superadas por uma mexicana.

Curiosidade

Você sabia que homens também praticam ginástica rítmica? O esporte ainda não é oficial, mas sim, existem homens praticando a modalidade e, inclusive competindo entre si.

A versão masculina foi criada em 1970 no Japão exaltando força em uma mistura de ginástica rítmica, artística (apresentação no solo) e wushu, arte marcial conhecida no Brasil como Kung Fu.

Os aparelhos utilizados na versão masculina são dois arcos (bem menores que o arco único utilizado pelas mulheres), dois bastões longos, duas maças e a corda.

Leia outras matérias da série clicando aqui.

Doação via pix para o MaInd pelo e-mail giovanakury@gmail.com

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.