Maranhão Independente

As notícias mais importantes escritas por jornalistas independentes do estado.
Olimpíadas: Badminton

Ygor Coelho, um dos representantes brasileiros do Brasil em Tóquio no Badminton. (Foto: Abelardo Mendes Jr/rededoesporte)

Entrando no clima das Olimpíadas, o MaInd está realizando uma série de matérias sobre os esportes que vão fazer parte dos jogos. Veja as regras do Badminton, segundo esporte mais praticado no mundo.

O badminton é uma modalidade olímpica semelhante ao tênis, cujo objetivo é, literalmente, não deixar a peteca cair. Apesar de não ser um esporte muito popular no Brasil, há representantes brasileiros na briga por medalha em Tóquio. Conheça as regras e a origem desse jogo que é considerado o segundo mais praticado no mundo.

Origens

O esporte teve suas origens em um jogo praticado na Índia, o “Poona”. Durante o processo de colonização no século XVII, os ingleses levaram o esporte para o país de origem, onde foi adaptado e jogado pela primeira vez na “Badminton House”, propriedade do Duque de Beaufort, de onde saiu o nome do jogo.

Em 1893 foi fundada a primeira organização nacional do esporte, a Associação Inglesa de Badminton; em 1934, o esporte, que já tinha alcançado dimensões mundiais, passa a ser presidido pela Federação Internacional de Badminton (hoje Federação Mundial de Badminton), responsável por regulamentar a prática do esporte.

As dimensões oficiais da quadra são de 6,1 metros de largura por 19,80 metros de comprimento. A rede que separa a quadra fica a 1,55 metros do solo.

Quadra de badminton. (Foto: todoestudo)

Como se joga

A modalidade pode ser simples (jogada individualmente) ou em dupla, podendo ser feminina, masculina ou mista.

Utilizando raquetes, os atletas precisam bater em uma peteca (sempre de baixo pra cima) sobre uma rede sem deixá-la cair ou fazer com que seu adversário a derrube. A partida é disputada em três sets, sendo que ganha um set quem chegar a 21 pontos primeiros; ganha o jogo quem completar dois sets primeiro.

Sempre que a peteca cair no chão, ou tocar na rede ou no corpo de um dos atletas, é contabilizado um ponto.

O primeiro saque é decidido no cara ou coroa, e deve ser realizado sempre na diagonal (ou seja, cruzado). Há ainda uma especificidade, onde:

  • Se o placar de quem estiver sacando for par, ele deve sacar do lado direito da quadra;
  • Se o placar for ímpar, ele deve se posicionar do lado esquerdo da quadra.

O Brasil no badminton

Fabiana Silva bate em na peteca com uma raquete. Ela também representará o Brasil em Tóquio. (Foto: Wander Roberto

O esporte começou a ser praticado de forma amadora no país nos anos 70, e apenas em 1984 ocorreu a primeira competição: a I Taça São Paulo.

Em 1994, surge a Confederação Brasileira de Badminton (CBBd), responsável por difundir o esporte em todo o Brasil.

O Brasil será representado em Tóquio pelos atletas Ygor Coelho e Fabiana Silva nas competições individuais. Os jogos ocorrerão entre os dias 23 de julho e 2 de agosto.

Leia mais sobre nossa série olímpicas nas editorias de esporte.

Veja abaixo um resumo das regras simples do badminton!

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.