Maranhão Independente

As notícias mais importantes escritas por jornalistas independentes do estado.
Escola comunitária no Sá Viana arrecada doações para reforma

Em São Luís, no bairro Sá Viana, a organização autônoma dos moradores com o suporte de grupos de moradores de outros bairros tem reunido a mão de obra e os materiais necessários para a reforma da Escola Comunitária Cristo Rei. A obra, que teve início no dia 15 de maio, tem sido possibilitada por doações de moradores, empresas e associações, tem o suporte voluntário do projeto Nelson Andrade e a mão de obra do grupo Comunidade em Ação, do bairro Quebra-Pote.

A escola foi fundada em 1991 pela moradora Terezinha Oliveira Costa, atualmente presidente da iniciativa. “Aqui tinham poucas escolas e muitas crianças pela rua, e me deu um desejo de ver em sala de aula aquelas crianças. Criei a escola em 91, e em 94 lavrei a ata, juntei pessoas para formar a diretoria e levei ao cartório para registrar. Antes era a associação Cristo Rei, então passou a ser a Escola Comunitária Cristo Rei”, conta Terezinha. A fundadora explica que apesar da população do bairro viver em vulnerabilidade econômica e sem poder ajudar financeiramente sempre, apenas a participação e acolhimento dados já são cruciais para o bom desempenho do trabalho.

Nelson Andrade, coordenador do projeto Nelson Andrade, postou um vídeo em seu Instagram para contar sobre a necessidade da obra e para arrecadar doações. “O pessoal do Quebra-Pote tem um grupo, o Comunidade em Ação, que quiseram entrar com a mão-de-obra. Já fiquei super feliz porque mão de obra não é barato. Depois corri atrás de doações para os materiais. Fui conversando com vários parceiros, outros grupos, e cada um foi dando uma parte: areia, cimento, piso… Foi uma união muito grande”, conta o voluntário.

Para obter mais informações sobre como doar e sobre o andamento da obra, visite o Instagram @nelsonandrade__. Acesse o vídeo de divulgação para arrecadação aqui.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.