Maranhão Independente

As notícias mais importantes escritas por jornalistas independentes do estado.
Projeto de lei torna obrigatório que artistas locais abram shows nacionais em São Luís

Artistas locais seriam beneficiados pelo projeto. Foto: Reprodução/O Imparcial.

O objetivo do projeto é dar maior visibilidade e apoio para artistas locais

Projeto de lei quer que se torne obrigatória a apresentação de músicos, instrumentistas, bandas ou conjuntos musicais locais  para abrirem shows em São Luís de artistas de outras regiões ou países em que a lotação de público seja superior a 3 mil pessoas.

Esse Projeto, registrado sob o nº 111/2021 e de autoria da vereadora Silvana Noely (PTB), ainda está em tramitação na Constituição, Justiça, Legislação, Administração, Assuntos Municipais e Redação Final (CCJ) da Câmara de São Luís.

O objetivo dessa iniciativa é o incentivo à cultura e à promoção dos artistas locais, proporcionando maior visibilidade para eles em shows com grandes públicos.

Regras do Projeto

O Projeto apresenta algumas especificações:

  • Os artistas devem residir e atuar em São Luís desde o surgimento ou por mais de 3 anos.
  • Para ser contemplado pelo Projeto, os artistas devem realizar um cadastro na Secretaria Municipal de Cultura, que será o órgão responsável pela seleção dos artistas.
  • Um vez escolhido, o artista deverá esperar 3 meses para que possa se apresentar novamente por essa Lei.
  • Organizadores de eventos que descumprirem o que está previsto (caso o Projeto seja aprovado) devem pagar multa de 20% do valor arrecadado pela bilheteria.

O que dizem os artistas

Conversamos com alguns artistas da cena cultural maranhense que se mostraram otimistas e favoráveis à iniciativa.

Marley Moraes fala sobre o projeto

Acho super interessante. Por que vêm outros artistas  de fora abrir shows que são aqui, sendo que tem tanto artista local bom aqui precisa só de uma oportunidade como essa? Então acho que [o projeto] é super interessante e deveria, de fato, ser aprovado.

Dá espaço para artistas menores serem vistos pelo público de artistas grandes como por exemplo um show da Anitta aqui ser aberto por um cantor pop daqui como meu grupo, ou Frimes, Enme Paixão, artistas que precisam de mais visibilidade que tem um foco no público parecido. Seria essencial, muito importante para a carreira do artista e interessante para o cenário musical da ilha.”

Marley Moraes, DJ e vocalista do grupo Inxama. Foto: Reprodução/Instagram.

Carl fala sobre o projeto.

O cenário artístico em São Luís é muito crescente e tem muito artista talentoso em diversos nichos, os mais variados. E um projeto de lei do tipo ajudaria muito porque o que falta para muitos artistas é visibilidade. Não falta talento, é visibilidade e apoio. Além da visibilidade, geraria mais trabalho e ainda mais apoio.

O pessoal ia conhecer e acompanhar o trabalho, saber que tem muita gente talentosa aqui. Fora a questão de renda mesmo porque ajudaria financeiramente as pessoas. A gente viu muito no auxílio emergencial a quantidade de artistas daqui. No Conexão Cultural teve o papel de mostrar a diversidade de produção que a gente tem aqui.

Qualquer evento nacional dá para encaixar [artistas locais] Se for um evento de eletrônica tem Dj para isso, de forró tem grupo, se for LGBT tem artistas, tem pessoas de quase todos os nichos de artistas que vierem para cá.

DJ Carl. Foto: acervo pessoal do artista.

Quem é a autora do Projeto?

A vereadora Silvana Noely é ludovicense, elegeu-se pelo PTB e, antes, trabalhava como artista e diretora artística de uma companhia de artes.

Silvana Noely trabalha voltada para pautas de minorias, combate ao racismo e proteção da mulher. Ela tem dois filhos e é uma das 5 mulheres vereadoras do município (além dos 26 vereadores).

Foto: Leonardo Mendonça

Leia outras matérias sobre Cultura.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.