Maranhão Independente

As notícias mais importantes escritas por jornalistas independentes do estado.
Professores discutem retorno de aula presencial em São Luís

Professores se reuniram para falar sobre condições de ensino. Foto: Maurício Alexandre/G1.

Aumento salarial também foi colocado em pauta na Assembleia do Sindeducação.

O Sindeducação realizou Assembleia Geral Extraordinária ontem (26) às 17h pelas plataforma de reuniões virtuais Zoom para discutir a campanha salarial dos professores da rede municipal de ensino de São Luís, além das condições de trabalho e retorno presencial das aulas.

Sindicato está à frente das negociações. Imagem: Reprodução/Sindeducação.

Entrevista com o sindicato

Conversamos com Sheila Bordalo, presidente do sindicato, para saber as decisões tomadas durante a Assembleia e a opinião do Sindeducação a respeito do retorno às aulas presenciais na rede municipal de ensino da capital.

Professores em Assembleia do Sindeducação
Professores em discussão sobre as pautas da reunião. Imagem: Reprodução/Sindeducação

MaInd: Vocês estão em conversa com a Prefeitura sobre aumento de salário?  (Uma promessa do prefeito Eduardo Braide durante a campanha, repetida inclusive em um debate na TV)

Sheila Bordalo: No dia 22/02 em assembleia de professores, aprovamos a Pauta de Reivindicações 2021 e revisão geral dos salários de 16,43%. Mas o Prefeito Braide não iniciou a Mesa de Negociação.

MaInd: Qual a opinião de vocês sobre o retorno para aula presencial ou híbrida?

Sheila Bordalo: O retorno presencial precisa considerar um Protocolo rigoroso de Biossegurança e ampliação da vacina na população. Na Blitz das escolas, em 88 escolas vistoriadas até hoje, observamos precárias condições de trabalho para um retorno seguro.

Retorno presencial é agravamento da Pandemia para uma 3ª onda. Ensino híbrido requer condições tecnológicas que até hoje não existiu nenhum investimento.

MaInd: A prefeitura empossou novos servidores, vimos que vocês estavam participando desse processo, como foi?

Sheila Bordalo: O processo de convocação de novos concursados aconteceu da articulação de Comissão dos Concursados e Sindicato a partir de ato na Prefeitura e quatro reuniões da Semed [Secretaria Municipal de Educação] e Semgov [Secretaria Municipal de Governo]. Além de vários ofícios encaminhados pelo sindicato.

Ainda faltaram convocações de vagas de intérprete de Libras.

MaInd: Contaram com apoio?

Sheila Bordalo: O Coletivo Nós acompanhou o processo de convocação dos concursados. Esteve presente e está acompanhando as demandas da pauta de reivindicação. Inclusive, nesta semana, receberam o sindicato na Câmara.

Vocês têm acompanhado serviços de reforma de escolas?

Sheila Bordalo: O sindicato fez a indicação de três representantes para a Comissão de Reformas. Mas a Semed ainda não possibilitou esse acompanhamento.

MaInd: O que ficou decidido na Assembleia?

Sheila Bordalo: Na assembleia de hoje os professores aprovaram paralisação dias 15 e 16/06 e Projeto de Lei de Recomposição Salarial para 2022 de 21%.

A última vez que houve aumento de salário da categoria em São Luís foi no ano de 2016. Além disso, a partir do dia 26 de abril desse ano, houve um aumento no desconto do Ipam (Instituto de Previdência e Assistência do Município de São Luís) de 11% para 14%, o que só aumenta a perda salarial.

Votação

A votação durante a Assembleia foi feita remotamente, veja abaixo o total:

A última publicação da Prefeitura de São Luís informou que mais de 350 mil pessoas já tinham sido vacinadas na capital, incluindo profissionais da educação.

Além disso, decreto do Governo do Estado já autorizam que as aulas sejam ministradas em modo híbrido (parte presencial e parte remota), mesmo com a taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivos para Covid com ocupação superior a 95% no último boletim epidemiológico (27/05) do estado.

Mesmo assim, até o momento, a Prefeitura não sinalizou mudança definitiva na modalidades das aulas de remotas para híbridas.

Leia outras matérias da MaInd clicando aqui.

1 comentário em “Professores discutem retorno de aula presencial em São Luís

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.